Tags

, , , , , , ,

SN210603

Fonte: Jovem Nerd

Anos atrás, um grupo de quadrinistas liderados por Emílio Baraçal encantou a internet com um projeto ousado, o ZAP HQ, que criava um universo integrado de quadrinhos baseado no Brasil, mas com temáticas universais. Depois de muitos elogios e ansiedade dos fãs, não houve mais nenhuma novidade.

Isso mudou recentemente, quando o projeto ressurgiu modificado e melhorado, agora como Supernova Produções.

“O nome reflete um pensamento diferente. Hoje, criamos mais que quadrinhos, criamos conteúdo, que pode ser traduzido e adaptado em quadrinhos, filmes, jogos, entre diversas opções “ disse Emílio a época do relançamento.

SN210601

A nova identidade visual, criada pelo designer Deyvison Manes, já pode ser vista tanto na nova fanpage do projeto no Facebook e na nova conta no Twitter, onde novidades estão sendo postadas diariamente. A maior dessas novidades é a participação do grupo na BRASIL COMIC CON, convenção de quadrinhos que acontecerá de 11 a 21/07. O painel será inspirado nos painéis das grandes editoras americanas em convenções, anunciando novidades para a linha, trazendo criadores para um bate-papo e oficialmente apresentando o projeto para o mundo, além de informações EXCLUSIVAS para quem estiver no evento.

Segue a proposta do painel, nas palavras de Emílio.

“O que é a Supernova Produções? Por que a Supernova Produções existe? Qual é a razão da existência desse projeto? Qual é a diferença entre a Supernova e as coisas que já
foram feitas antes em termos de quadrinhos de ação?

A base da Supernova Produções é o respeito. Ou seja, aquelas em que nenhuma das batidas práticas mercadológicas e criativas seja aplicada. É voltar à época em que a única preocupação das editoras era se uma história era boa.  Se ela divertia. Se ela passava uma mensagem bacana e inspiradora. A Supernova se preocupa mais com conteúdo, não com formatos. Claro que formatos são parte importante da equação de uma revista, ajudando na parte logística para criar um alcance maior. A SNP tem ciência disso. Mas a qualidade de um roteiro, de uma arte, do desenvolvimento da experiência de leitura é o que a Supernova mais preza. A razão é olhar nos olhos de cada leitor, receber cada resposta e saber que fizeram o melhor trabalho possível, proporcionando a todos aquela sensação gostosa de diversão que faz com que os pequenos leitores de quadrinhos continuem lendo pelo resto
de suas vidas. A preocupação da SNP é olhar nos olhos de cada um e ver aquela alegria de que uma HQ da Supernova o fez pensar sobre algo, aprender algo, agregou algo em sua vida.

E a Supernova quer que tenham ao ler, o mesmo prazer que tivemos ao fazer a história em que botar os olhos. Compartilhar isso. Isso é o porque fazem HQs. E como fazem? Através da experiência do respeito. É aí que entram Anarquia, Cosmos, Os Bandeirantes, Arkanus, Entropia e Bala Perdida, os projetos da SNP. Ela procura enxergar o verdadeiro Brasil e isso se refletirá em suas histórias. Usam notícias reais como ponto de partida para enredos e conflitos. Usam coisas que são reais como âncora para suspensão da descrença.

Isso é Supernova.

Sempre indo além”

SN210609

SN210608

SN210607

A SNP é formada por alguns dos maiores quadrinhistas brasileiros, que costumam brilhar no exterior. Confira quem participa e as séries:

ANARQUIA

SN210602

SN210603

História: Emílio Baraçal e Carlos Eduardo Corrales; Lápis: Felipe Watanabe; Arte-Final: Carlos Eduardo Ferreira; Cores: Salvatore Aiala

No Brasil, um país onde a corrupção é quase absurda e ninguém é capaz de reagir, uma figura chamada Anarquia aparece para trazer justiça aos corruptos e esperança para o povo, através de provas absolutas que tremem as bases dos poderosos.

COSMOS

SN210606

História: Emílio Baraçal; Lápis: Geraldo Borges; Tintas: Denis DYM Freitas; Cores: Matheus Lopes

Um híbrido meio humano, meio alien procura sua própria identidae para interagir com os humanos, que o temem pelo o que sua simples existência traz de questionamentos ao mundo, mexendo com as fundações da sociedade.

ARKANUS

SN210604

História: Emílio Baraçal e Alexandre Dias; Arte: Jack Herbert, com JP Mayer (inks) e Thiago Ribeiro (cores).

O mundo é muito caótico do jeito que é. A magia existe, mas deve ser mantida em segredo, para que as coisas não fiquem ainda piores. O trabalho do Arkanus é manter a existência da magia fora de conhecimento público e proteger o mundo material de ameaças místicas. Arkanus é a polícia da magia.

OS BANDEIRANTES

SN210605

História: Emílio Baraçal; Lápis: Hélio Oliveira; Tintas: Carlos Eduardo Ferreira; Cores: Geanes Holanda

O Governo brasileiro investe milhões ilegalmente para financiar um projeto secreto, um grupo militar especial para proteger as reservas de energia do país e prevenir ameaças externas antes que sejam tarde. Baseados em tecnologia alienígena modificada por engenharia reversa, Os Bandeirantes são soldados geneticamente e tecnologicamente modificados para essa missão.

Para mais detalhes, acesse:
No Facebook: facebook.com/supernovahq
No Twitter: @SupernovaProdHQ

Anúncios