Tags

, , , ,

putinhas-890x395

 

Por Gilson Moura Henrique Junior

Pesquisando textos e matérias anarquistas e feministas, pra publicar no blog, esbarro nos casos dos grupos Putinhas Aborteiras e PaguFunk que receberam ataques frontais,violentos e foram alvode uso político porpartidos e grupos de extrema direita por manifestarem a defesa do direito ao aborto e todo ideario feminista de igualdade de gênero sem a educação blasé dos revoltados de butique.

Das letras às roupas, da orientação sexual à “qualidade musical” ( Considerando que supostamente pra direita feminista só pode ser lésbica e mal comida, o que tem no fundo a ideologia do estupro embutida),tudo serviu de alimento pros mais tétricos ataques aos grupos e até aos veíoculos por onde estes passaram. Sem contar ameaças,veladas ou não (muitas vindas de supostos militares) à integridade física das componentes de ambos os grupos.

E o processo chegou a ter partido político usando como ato de repúdio e arma contra a o governo do PT e repúdio da Veja via o “colunista” (SIC) Reinaldo Azevedo, que se sente conoisseur de cultura pra ir além daverborragia fétida reacionária. Interessante que o PP Gaúcho parece se incomodar pacas com defesa do aborto e com a sexualidade feminina, mas nem um pouco com corrupção sistemática de seus membros e que o Reinaldo Azevedo também tenha sido solidário com empreiteiros presos pordesvio de recursos públicos, sendo inclusive secundado na solidariedade por, pasmem, petistas e defensores do governo do PT amigos das empreiteiras.

Esse incômodo é fruto de inúmeras razões, mas a principal é que mulher ousando sair da caixa e pondo a boca no trombone é anátema pra quem acha que lugar de mulher é sob o jugo masculino,na cozinha, no padrão de beleza, na heteronormatividade, etc.

Óbvio que mulheres mortas diariamente por Violência contra a mulher é menos importante pra essa direita,certo? Mulher tem de ficar em casa, foda-se se “A casa como o lugar mais inseguro para a mulher” dado que “48% das mulheres agredidas declaram que a violência aconteceu em sua própria residência; no caso dos homens, apenas 14% foram agredidos no interior de suas casas (PNAD/IBGE, 2009)”, correto?

Óbvio que o fato de parte da piora nas condições de vida das mulheres ser causado exatamente por essa babacolândia reacionaria fã de Jair Bolsonaro é detalhe pra eles,certo?

Por isso mulheres que se manifestam e gritam, na TV, no You Tube, com todos os palavrões que a revolta exige, que se o homem engravidasse o aborto seria legal,incomodam, porque são elas partefundamental da demolição da estrutura machista, misógina, racista, homofóbica, lesbofóbica, transfóbica que sustentam estado e capital.

Pra foder mais a paciência reaça as minas ainda cantam funk e falam palavrão, juntando à misoginia de cada dia uma bela porção de racismo e elitismo cultural com pouca cultura pra dar estofo a ele.

Pra contribuir com a irritação reaça a gente reproduz as minas aqui,pedindo desculpaspor qualquer besteira que tenha sido escrita e agradecendo pelo pé na porta e por funkearem na cara da sociedade.

 

Anúncios