Tags

, , , ,

grecia-o-humanismo-tecnocratico-1

Cartaz publicado na web da Assembleia No Lager.

 

Fonte: A.N.A.- Agência de Notícias Anarquistas

Os termos da matança, ou da sobrevivência de milhares de imigrantes são formuladas, novamente, por humanistas de esquerda e por tecnocratas sensíveis. Junto com o grupo policial e militar europeu e de rótulo nacionalista e patriota, são estes que se especializam em obscurecer, iluminando; em legitimar, denunciando; em disciplinar, tomando conta; em cercar (delimitar) o cerne do debate; em reestruturar ora as táticas, ora as instituições, ou os gestores implicados nas mesmas.

O seu trabalho consiste em fazer parecer que as decisões políticas são tomadas, como resultado de uma necessidade imperiosa, de uma emergência, ou de um reflexo social inevitável; em fazer parecer que os assassinatos, são acidentes, que o cativeiro, pareça hospitalidade; em chorar os mortos, ao mesmo tempo que se preparam novos assassinatos; em assegurar que os sobreviventes sejam vítimas sem nenhuma identidade política e coletiva. Que estes sejam meros números em diagramas estatísticos, sujeitos dóceis às estratégias de gestão da população, desvalorizados para que os patrões e senhores consigam mais lucro; objetos do espetáculo multicultural, branco, fácil para o racismo organizado pelo Estado e, sempre de tom, socialmente difuso.

Nem inimigos, nem vítimas. Somos solidários com as perdas dos imigrantes e com as lutas pela dignidade.

Atenas, junho de 2015,

Assembleia No Lager

O texto em grego:

https://nolager.espiv.net/18-archeio/afises/291

O texto em castelhano:

http://verba-volant.info/es/el-humanismo-tecnocratico-es-la-continuacion-de-la-guerra-contra-los-inmigrantes-con-otros-medios/

Tradução > Ophelia

agência de notícias anarquistas-ana

O sorriso amarelo
deixou o rosto
todo vermelho.

Rogério Viana

 

Anúncios