Tags

, , , , , ,

franca-declaracao-da-zona-autonoma-da-zad-de-ndd-1

Fonte: 

[A ocupação ZAD (Zona A Defender), perto da cidade de Nantes, proclamou a sua autonomia em solidariedade aos curdos e declarou-se recentemente como zona autônoma em resposta à guerra que foi declarada pelo governo turco aos municípios no norte do Curdistão.]

Declaração da Zona Autônoma da ZAD de NDDL em resposta ao apelo da KCK (Confederação das Comunidades do Curdistão)

Para aqueles que resistem no Curdistão.

Estamos seguindo o que está acontecendo na Turquia. Expressamos nosso apoio contra a ofensiva do Estado turco.

Esta reação de declaração de guerra é por causa dos resultados eleitorais que o Presidente não gostou e contra a vontade de um povo de se organizar horizontalmente.

Ouvimos a chamada para declarar-nos também um município autônomo e, detrás de fronteiras e montanhas, gostaríamos também de responder.

Estamos seguindo de perto o processo do Confederalismo Democrático em curso no Curdistão.

Sentimos-nos próximos de vocês na busca da auto-organização do lado de fora do projeto de Estado-Nação, e o estabelecimento de estruturas horizontais.

Nós admiramos o processo que envolve todos os povos, sem critérios de religião, etnia, etc, quando sabemos que o Estado leva a cabo políticas de assimilação ou aniquilação.

Partilhamos convosco o papel crítico do movimento das mulheres e o posicionamento do movimento LGBT na luta.

Finalmente, nós respeitamos os seus princípios de autodefesa e sua independência estratégica.

Falamos desde a ZAD (“Zona A Defender”) de Notre Dame des Landes, França, que está ocupada ilegalmente em oposição ao desenvolvimento proposto no território desde 2009, em uma luta que existe há 45 anos contra o projeto do aeroporto. Temos impedido os esforços de trabalho e resistido os despejos em 2012, graças a várias práticas de autodefesa.

Hoje, centenas de pessoas de diferentes contextos e origens continuam vivendo e organizando-se na autossuficiência de maneiras formais e informais. Tentamos nos reapropriar das maneiras de curar, nutrir, defender a justiça, a habitação, o comunismo do conhecimento, recursos, estruturas e comparti-lo com outras lutas.

O que está sendo construído no Curdistão, atacado pelo Estado Islâmico, agora está sendo esmagado por bombas turcas. O Estado francês, em busca de heróis contra o EI, encheu a boca de louvor para os curdos, mas hoje suporta a vergonhosa guerra contra o terrorismo de Erdogan que continua matando e reprimindo os ativistas curdos e as ativistas curdas. Nós nos declaramos prontos para ajudá-los!

Solidariedade com o povo de Bakur (norte do Curdistão), especialmente com as cidades assediadas!

Solidariedade com os curdos e curdas atacados por nacionalistas turcos!

Solidariedade com Rojava (Oeste do Curdistão)!

Fonte: https://zad.nadir.org/spip.php?article3180

Tradução > Liberto

Conteúdo relacionado:

http://noticiasanarquistas.noblogs.org/post/2014/02/25/franca-comunicado-dos-organizadores-da-manifestacao-anti-aeroporto-de-22-de-fevereiro-em-nantes/

agência de notícias anarquistas-ana

Colho-te uma flor
de manhã e extasio-me
com o teu sorriso

José Félix

 

Anúncios