Tags

, , , , ,

malatesta

Fonte: ITHA-IATH

Claudio Reis. “Crítica Malatestiana às Vertentes Estatistas do Socialismo”

Nesse artigo, originalmente publicado na revista Filogênese, Reis apresenta as críticas do teórico e militante anarquista Errico Malatesta a duas vertentes estatistas do socialismo. Uma é a vertente reformista, identificada na socialdemocracia de fins do século XIX e início do século XX; a outra é a vertente revolucionária, associada à emergência do bolchevismo após a Revolução Russa de 1917. Em todo caso, o texto não se limita exclusivamente às críticas de Malatesta. Ele inicia esclarecendo a visão de Malatesta frente a conquistas que poderiam representar passos rumo a um objetivo emancipatório; em seguida, apresenta suas críticas quanto à utilização de reformas parlamentares como meio adequado para se alcançar uma sociedade de seres livres e iguais. Posteriormente, é apresentada a crítica de Malatesta quanto à vertente estatista revolucionária do socialismo. Neste tópico, é feita uma pequena contextualização que se entende necessária, além de uma problematização sobre a pretensa “ditadura do proletariado”

* Baixe o artigo completo aqui: Claudio Reis – Critica Malatestiana as Vertendes Estatistas do Socialismo

Anúncios